Santa Casa de Fernandópolis conquista novos recursos para custeio de leitos da UTI

A Santa Casa de Fernandópolis passará a contar com novos recursos suplementares para o custeio dos leitos da Unidade de Terapia Intensiva (UTI), que passa a integrar a Rede Regional de Atenção às Urgências e Emergências do Sistema Único de Saúde (SUS).

Desde o ano passado, o credenciamento para que Santa Casa recebesse tais valores estava pendente, devido à redução de leitos feita no início de 2016. “A Santa Casa de Fernandópolis deixou de receber estes recursos por conta de entraves burocráticos causados pela alteração do número de leitos da UTI”, explica o administrador hospitalar, Duílio Igor de Oliveira.

Agora, o recurso mensal de aproximadamente R$ 161 mil deve começar a ser recebido pelo Hospital ainda neste ano, a partir da assinatura de termo aditivo junto ao Ministério da Saúde, sendo que tais recursos serão incorporados aos já recebidos pela Santa Casa.

“Com nosso trabalho na regularização documental, conseguimos que o Ministério da Saúde publicasse uma nova portaria readequando os valores para a quantidade atual de leitos e credenciando o Hospital, dando a possibilidade de liberar esses recursos que são de extrema importância para a Santa Casa”, destaca Duílio.

Com valores estabelecidos pelo número de leitos credenciados junto à Rede de Atenção à Saúde, a Santa Casa de Fernandópolis deverá receber, por ano, cerca de R$ 1,9 mi, destinados à cobertura dos custos de funcionamento deste a porta de entrada, até o atendimento nos leitos da UTI.

Author Info

AsCom - Assessoria de Comunicação