Hospital de Ensino Santa Casa de Fernandópolis realiza simpósio sobre Declarações de Óbito

Médicos, residentes, internos, enfermeiros, outros profissionais e estudantes da área da saúde se reuniram na noite da quinta-feira, dia 08, para debater sobre os aspectos técnicos da declaração de óbito, em evento realizado no espaço da Câmara Municipal de Fernandópolis. O evento foi realizado por orientação do Prof. Dr. José Martins e da enfermeira Carolina Guerra Mota e Silva, da Vigilância Epidemiológica Municipal.

O Simpósio sobre “Procedimentos para o Preenchimento da Declaração de Óbito” foi promovido pelo Núcleo de Educação Permanente e Humanização (NEPH) da Santa Casa de Fernandópolis em parceria com a Vigilância Epidemiológica da Prefeitura Municipal, Universidade Brasil e Fundação Educacional de Fernandópolis.

“O Ministério da Saúde identificou que cerca de 30% das declarações de óbito são preenchidas com causas bases do óbito pouco úteis para a definição dos casos, o que acarreta em problemas de registro e na própria identificação de áreas que necessitam de investimentos. Por isso, a iniciativa de capacitar os médicos para que haja a melhora do preenchimento das declarações em Fernandópolis a fim de que elas sejam o mais próximo possível da realidade”, destacou a enfermeira Carolina Guerra.

O simpósio contou ainda com a demonstração dos fluxos de atendimento e encaminhamento de óbitos ao Serviço de Verificação de Óbito (SVO) e ao Instituto Médico Legal (IML), bem como a análise de cases de declarações, que demonstraram exemplos de documentos com a preenchimento correto e inadequado.

“A Santa Casa de Fernandópolis, como Hospital de Ensino, na realização de um evento desta importância, envolvendo a vigilância epidemiológica do município e outras instituições, entende como importante o debate constante sobre as mais diversas temáticas que envolvem suas atividades e a realização deste Simpósio vem agregar, tanto à comunidade acadêmica, quanto aos serviços prestados pela rede municipal e pelo nosso Hospital”, destacou o provedor, Fernando Cordeiro Zanqui.

EXPOSITORES

Além da enfermeira da vigilância epidemiológica, participaram do evento como palestrantes o médico legista do Instituto Médico Legal, Luiz Gustavo Madi Antônio, a coordenadora da unidade materno-infantil da Santa Casa, Márcia Cristina Samartino Ozório, e a enfermeira do núcleo hospitalar de epidemiologia, Ana Maria Rodrigues.

Author Info

AsCom - Assessoria de Comunicação

Dener Bolonha - Jornalista MTE 67.400/SP