Governo libera R$ 1,9 milhão para custear déficit da Santa Casa em 2020

Recursos são para amortizar os déficits financeiros de 2020.

 

A Santa Casa Fernandópolis recebeu na última sexta-feira, dia 26, o pagamento de R$ 1,9 milhão de recursos financeiros do Governo Federal com a finalidade de custear o déficit acumulado pelo Hospital com a suspensão de procedimentos eletivos durante o ano de 2020 por conta da pandemia por Covid-19.

A necessidade do auxílio financeiro foi reconhecida pela Comissão Intergestores Bipartite do Estado de São Paulo (CIB/SP), que encaminhou o pleito do hospital fernandopolense ao Ministério da Saúde, que aprovou o aporte financeiro por meio da Portaria nº. 3.862, em 29 de dezembro.

“Este recurso vem para suprir as necessidades financeiras do Hospital que, em decorrência da pandemia, viu seu faturamento diminuir por deixar de realizar alguns procedimentos anteriormente ofertados por demanda ao SUS, mas que continuou a ter as despesas mensais”, esclarece o provedor, Marcus Chaer.

Apesar da liberação federal, entraves burocráticos atrasaram o repasse dos recursos à Santa Casa, o que só ocorreu após a intensa atuação das lideranças políticas da região, que culminou com a publicação autorizando a transferência no Diário Oficial do Estado da quinta-feira, dia 25.

Tal conquista foi divulgada juntamente com a liberação dos recursos para o custeio dos leitos de UTI Covid-19, em vídeo que contou com a participação do prefeito de Fernandópolis, André Pessuto, o presidente da Câmara Municipal, Gustavo Pinato, e o provedor da Santa Casa, Marcus Chaer.

“Em nome de toda a equipe da Santa Casa agradeço, especialmente ao deputado federal Fausto Pinato que, por ser de nossa cidade, se empenhou de forma intensa para a liberação desses recursos. Também agradeço ao deputado federal Geninho Zuliani e aos deputados estaduais Carlão Pignatari, Analice Fernandes e Itamar Borges, além do Poder Executivo, representado pelo prefeito André Pessuto e do Legislativo local, representado pelo presidente Gustavo e todos os vereadores, que foram muito solidários a esta causa”, agradeceu Chaer.

O provedor também esclarece que os recursos serão utilizados para pagar as despesas geradas pela Covid-19 durante o ano de 2020. “Esse auxílio vem justamente para amortizar as dívidas geradas na manutenção de nossa equipe multiprofissional, insumos, medicamentos, energia elétrica e outras necessidades do Hospital, que continuaram ao longo do ano e que, não teríamos recursos para cobrir, dada a suspensão da realização de vários serviços pela Santa Casa ao SUS”, explica.

Os recursos federais, repassados por meio da Secretaria de Saúde do Estado de São Paulo foram aprovados pela Portaria MS-GM nº. 3.862, de 29 de dezembro de 2020 e tem como objeto o repasse de Recurso financeiro do Bloco de Manutenção das Ações e Serviços Públicos de Saúde, Grupo de Atenção Especializada, para Atenção à Saúde da População para Procedimentos em Média e Alta Complexidade, a ser disponibilizado, em parcela única, de R$ 1.980.038,16.

Author Info

Assessoria de Comunicação

Dener Bolonha - Jornalista MTE 67.400/SP